sábado, 2 de julho de 2016

4 - METAS E AÇÕES DA ESCOLA


Metas Imediatas:

  • aumento da promoção satisfatório nas disciplinas de português e matemática do Ciclo II do Ensino fundamental e do Ensino Médio;
  • conscientização e implantação da cidadania e da dimensão política;
  • envolvimento e interação da comunidade, com vistas a uma participação ativa;
  • adequação da elevação da qualidade de ensino;
  • unificação de linguagens didáticas;
  • envolvimento dos docentes com as normas regimentais e disciplinares;
  • preparar para a construção do conhecimento;
  • saber respeitar o "próximo", em seus bens materiais e morais;
  • usufruir dos bens da natureza, minimizando os danos à mesma;
  • formar e não apenas informar;
  • dominar os conteúdos básicos programáticos;
  • internalizar seu papel como cidadão do mundo;
  • conscientizar sobre a importância da sua contribuição para o bem estar da comunidade;
  • valores morais definidos e introjetados;
  • conscientização sobre a importância do estudo para o crescimento interior e autorrealização;
  • formar cidadãos críticos e conscientes;
  • desenvolvimento das habilidades dos educandos.

Ações


  • capacitação profissional dos docentes através de palestras, dinâmicas de grupo, troca de experiências, além de estimulá-los a estar sempre em busca de novos conhecimentos;
  • formação continuada;
  • utilização da tecnologia para sala de aula.

Protagonismo Juvenil – o ensino integral tem como principal objetivo a formação de jovens autônomos, competentes e solidários. Protagonismo Juvenil é um processo no qual o jovem é simultaneamente sujeito e objeto das ações no desenvolvimento de suas próprias potencialidades.
O jovem vai se tornando autônomo à medida que é capaz de avaliar e decidir com base nas suas crenças, valores e interesses; vai se tornando solidário, diante da possibilidade de envolver-se como parte da solução e não do problema em si; e competente para compreender gradualmente as exigências do novo mundo do trabalho e preparado para a aquisição de habilidades específicas requeridas para o desenvolvimento do seu Projeto de Vida.


Projeto de Vida – cada aluno deve materializar seu projeto de vida em um documento escrito a ser constantemente revisado, tendo um professor responsável que assuma a tarefa de orientá-lo tanto na construção inicial quanto no seu constante aprimoramento.



Clube Juvenil – espaço destinado à prática do protagonismo juvenil, principalmente quanto à autonomia e à capacidade de organização e gestão, é concebido para se constituírem a partir dos interesses dos estudantes, havendo a ressalva de que eles devam sempre atender a exigências de relevância para formação escolar.



Líderes de Turma – os jovens têm a possibilidade de exercer a sua capacidade de liderança a serviço do desenvolvimento de sua turma, servindo de exemplo e referência para os seus colegas, inspirando-os e contribuindo para mudança de sua postura, apoiando-os no envolvimento das soluções que dizem respeito a tudo aquilo pelo qual ele desenvolve de não indiferença, seja em relação à escolar, a sua comunidade, às pessoas, etc.


  • Através de reuniões pedagógicas, conscientizar os professores da necessidade de encontrar caminhos adequados e prazerosos para a concretização do processo ensino-aprendizagem, construindo, dessa forma, um ambiente estimulador e agradável. Uma pedagogia centrada no aluno e não nos conteúdos;
  • conscientizar os docentes da importância do trabalho em equipe para obtenção de um funcionamento integral da Escola, estimulando uma relação de igualdade, respeito e consideração mútuos;
  • assegurar momentos específicos onde aprender a estudar ganhe centralidade nas práticas de ensino, através da orientação de estudo;
  • conscientizar os docentes do valor da avaliação como parâmetro diário para um replanejar constante e não como medida de valor inexorável;
  • através de reuniões, manter contato direto e transparente com a comunidade, construindo um relacionamento harmonioso de forma a que os pais percebam a importância de sua participação para a concretização de uma Escola de qualidade;
  • a função da escola é garantir que os alunos aprendam conteúdos de relevância social para que desenvolvam competências que garantam o seu desenvolvimento pessoal, preparo para a vida cidadã e para o mundo de trabalho. Nessa perspectiva a avaliação está a serviço da formação do educando e não o inverso. Avaliamos porque pretendemos ensinar mais e melhor;
  • utilização da sala de leitura e do laboratório (descobertas científicas);
  • estudo detalhado dos temas transversais, interdisciplinaridade;
  • avaliar e controlar a qualidade do ensino-aprendizagem;
  • atividades do Grêmio Estudantil;
  • administrar, com a participação de professores, pais, funcionários e direção, as verbas recebidas, de forma a atingir o objetivo maior que é a construção de uma escola pública de qualidade.



Acolhimento – o acolhimento é a primeira etapa da construção do Projeto de Vida dos alunos que ingressam no Ensino Integral. Durante o Acolhimento os jovens apresentam aos novos estudantes a equipe escolar, os ambientes da escola e os fundamentos do modelo; consiste de atividades e dinâmica de grupo que objetivam despertar nos novos estudantes os valores e as bases para sua formação como cidadão autônomo, competente e solidário. A equipe gestora, os professores e os funcionários participam dessa atividade, a conhecer os produtos elaborados pelos estudantes durante o primeiro dia de atividade.